Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 40 em Sab Jul 29 2017, 02:39
Últimos assuntos
» Material - PDF Economia de Mercado, Conceitos Fundamentais de Economia e vídeo
Qua Jun 05 2013, 17:25 por Ludimila Lima Campos

» Material para NP2
Seg Jun 03 2013, 13:06 por Davi Domiciano

» Lista de exercícios para NP2 - Revisão!
Ter Maio 28 2013, 17:47 por Adson Honori

» Revisão NP2 - Respostas - Adson
Ter Maio 28 2013, 16:54 por Adson Honori

» Material para a avaliação NP2
Seg Maio 27 2013, 13:40 por Davi Domiciano

» Material sobre David Hume
Sab Maio 25 2013, 13:28 por ANA FLAVIA

» Dramatização : Psicologia : Alienação Parental
Qua Maio 22 2013, 22:57 por Adson Honori

» Resumo: Marx
Qua Maio 15 2013, 14:41 por Adson Honori

» Resumo: Kant
Seg Maio 13 2013, 15:31 por Adson Honori

Janeiro 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário


Revisão NP2 - Respostas - Adson

Ir em baixo

Revisão NP2 - Respostas - Adson

Mensagem por Adson Honori em Ter Maio 28 2013, 16:54

FILOSOFIA – NP2 – REVISÃO
1) A ética estoica deve seguir os preceitos do direito natural e inspirar-se na natureza cósmica.
2) Assim como os estoicos, para Cícero, a justiça como virtude viria do direito natural.
3) Vita theologica foi a junção do cristianismo com o platonismo, transformando Santo Agostinho no pai da igreja.
4) A lei eterna é perfeita e imutável, é aquela que comanda a alma. A lei temporal é imperfeita, mutável e indiferente à alma humana.
5) O homem tem o livre arbítrio para seguir o caminho do bem ou do mal, porém passará pelo julgamento final, onde prestará contas à Deus sobre seus atos mundanos.
6) Na filosofia tomista, a construção da justiça se dá através das experiências de vida, da capacidade de praticar bons atos.
7) São Tomás define a justiça em 3 leis: eterna, superior às demais, perfeita; natural, que tem a razão humana como princípio; e humana que deve basear-se nas leis eterna e natural.
8) São Tomas deixa claro que a igreja não deve interferir na justiça. O legislador deve positivar as leis, já os juízes devem executá-las e aplicá-las.
9) O poder jurídico, político e econômico se concentrava nas mãos do rei, que valia-se deste poder para obter benefícios próprios e também para seus apadrinhados.
10) Para More, o povo deveria escolher os representantes democraticamente e a justiça deveria ser simplificada e acessível ao povo. Haveria igualdade entre as pessoas e na economia todos trabalhariam gerando riquezas para a ilha.
11) No período do jusnaturalismo, o poder também se concentrava nas mãos do rei, que mandava na justiça, economia e política.
12) Corrente filosófica que criticava intensamente a interferência da igreja nas questões da justiça. Defendia que a justiça deveria se fundamentar no direito natural.
13) Para Locke, a construção da justiça se dá pelo contrato social, e este deveria basear-se no direito natural. O estado seria responsável por fazer a justiça e os representantes deste estado escolhidos de forma democrática.
14) Hobbes acreditava na justiça pelo contrato social, mas sem basear-se no direito natural e com forte presença do estado. Prefere um estado de ditadura a uma ausência de estado.
15) Um verdadeiro caos social. 95% do povo sufocado por impostos para garantir a luxúria de 5% dos ricos. Miséria absoluta da população. O rei absolutista concentrava todo o poder nas suas mãos.
16) Sim, pois Rousseau é considerado o último grande jusnaturalista. Para ele a justiça e todo o direito civil devem derivar e respeitar os direitos naturais do homem, assim, estaria garantido uma sociedade justa.
17) Através do contrato social, ao aceitar a convenção o homem escolhe ser um ser social. Passam a valer os interesses coletivos e o homem abandona seu estado de natureza.
18) Rousseau tem pensamentos conflitantes acerca deste tema, numa hora ele diz que a verdadeira liberdade só é obtida com a alienação de interesses particulares em detrimento da causa coletiva, outrora, diz que a adesão ao pacto torna o homem compromissado com uma gama de obrigações, o que de certa forma o escravizaria.

_________________
Att. Adson Honori
avatar
Adson Honori
Admin

Mensagens : 82
Data de inscrição : 27/02/2013
Idade : 41
Localização : Palmas TO

Ver perfil do usuário http://www.anjoazulto.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum