Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 40 em Sab Jul 29 2017, 02:39
Últimos assuntos
» Material - PDF Economia de Mercado, Conceitos Fundamentais de Economia e vídeo
Qua Jun 05 2013, 17:25 por Ludimila Lima Campos

» Material para NP2
Seg Jun 03 2013, 13:06 por Davi Domiciano

» Lista de exercícios para NP2 - Revisão!
Ter Maio 28 2013, 17:47 por Adson Honori

» Revisão NP2 - Respostas - Adson
Ter Maio 28 2013, 16:54 por Adson Honori

» Material para a avaliação NP2
Seg Maio 27 2013, 13:40 por Davi Domiciano

» Material sobre David Hume
Sab Maio 25 2013, 13:28 por ANA FLAVIA

» Dramatização : Psicologia : Alienação Parental
Qua Maio 22 2013, 22:57 por Adson Honori

» Resumo: Marx
Qua Maio 15 2013, 14:41 por Adson Honori

» Resumo: Kant
Seg Maio 13 2013, 15:31 por Adson Honori

Janeiro 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário


Vídeo de revisão para prova de filosofia, professor Marcelo - NP1!

Ir em baixo

Vídeo de revisão para prova de filosofia, professor Marcelo - NP1!

Mensagem por Adson Honori em Sex Abr 05 2013, 06:22

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

13. Descreva a diferença entre o mundo sensível e o mundo das ideias de Platão.
O mundo sensível é o dos sentidos (visão, olfato, audição), é aquele onde o homem está sujeito as tentações mundanas. O mundo das ideias é o lugar onde o homem liberta-se destas tentações, tornando-se um autêntico ser virtuoso.

14. Qual a relação da justiça e da injustiça com a alma e o corpo humano?
Tem a ver com a teoria da tripartição da alma: alma logística, alma irascível e alma apetitiva, onde apenas a alma logística é capaz de ciência e de justiça, sobrando para as demais a injustiça.

15. Descreva um ser virtuoso segundo o pensamento platônico.
É aquele indivíduo que domina as tendências irascíveis para que a alma racional possa prevalecer sobre as demais.

16. Para Platão, onde se encontrava a verdadeira justiça?
No mundo das ideias, pois lá temos a justiça plena, eterna e imutável.

17. Descreva em poucas palavras o que significa transcendência ética segundo Platão.
Platão enxerga uma dualidade de mundos, em que o conhecimento é obtido por meio da transcendência da alma ao mundo ideal (absoluto, lógico), ele admite que quando esta retorna ao plano terreno (mundo sensível), traz o saber ao indivíduo.

18. Como se constrói a ética segundo Aristóteles?
Ninguém é virtuoso por natureza, pois isso é fruto de práticas contínuas de ações moralmente boas do indivíduo. É a resultante do desenvolvimento de uma disposição da alma para agir com excelência. Portanto, devemos viver, pensar e agir sob preceitos éticos.

19. Para Aristóteles, como as cidades gregas poderiam alcançar o bem comum?
Através do Justo Total, conjunto de normas da cidade, que visam o bem da sociedade, desprezando questões individuais em detrimento das coletivas.

20. Diferencie o Justo Particular Distributivo do Justo Particular Corretivo.
O primeiro refere-se à própria divisão de classes presente na sociedade grega, logo, a justiça distributiva deveria seguir este modelo de separação. O segundo tem a ver com a ideia de reparação, ou seja, se o indivíduo fosse lesado, deveria receber uma compensação.

21. Trace um paralelo diferenciando relações voluntárias de relações involuntárias.
Involuntária é a ação realizada por força e por ignorância;
A voluntária é aquela cujo princípio reside no agente, que conhece as circunstâncias particulares nas quais ocorre a ação.
Assim, para Aristóteles a responsabilização moral por algo é oriunda do ato voluntário.

22. Demonstre em poucas palavras o significado do Justo Natural e Justo Legal.
O justo natural tem caráter universal, encontra respaldo na natureza humana. Justo legal fundamenta-se na lei, na vontade do legislador, que deve fazê-la conhecedor que é daquela cultura, daquele povo em questão.

23. Defina o que é equidade e esclareça a sua importância para o ordenamento jurídico.
Para Aristóteles, justiça e equidade são no fundo a mesma coisa, mas a equidade é melhor por ser mais justa, uma espécie de corretivo da justiça legal.
Na impossibilidade de previsão pelo legislador de todos os casos que poderão surgir na realidade, o aplicador das leis deve se ater às peculiaridades do fato concreto, ou seja, agir com equidade, portanto, agindo de forma mais justa possível.

_________________
Att. Adson Honori
avatar
Adson Honori
Admin

Mensagens : 82
Data de inscrição : 27/02/2013
Idade : 41
Localização : Palmas TO

Ver perfil do usuário http://www.anjoazulto.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vídeo de revisão para prova de filosofia, professor Marcelo - NP1!

Mensagem por ANA FLAVIA em Sab Abr 06 2013, 15:05

alguma complementação na questão 14 , estou com dúvida Smile
avatar
ANA FLAVIA

Mensagens : 14
Data de inscrição : 27/02/2013
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Complementação...

Mensagem por Adson Honori em Sab Abr 06 2013, 16:23

ANA FLAVIA escreveu:alguma complementação na questão 14 , estou com dúvida :)

A justiça é facultada àqueles que usam a alma logística (cabeça), por exemplo, os filósofos. Os demais não conseguem praticar justiça, pois são dominados pelas almas irascíveis e apetitivas, portanto, injustiça. Leia mais sobre a tripartição da alma, ou assista ao vídeo que lá estou explicando sobre este tema!

_________________
Att. Adson Honori
avatar
Adson Honori
Admin

Mensagens : 82
Data de inscrição : 27/02/2013
Idade : 41
Localização : Palmas TO

Ver perfil do usuário http://www.anjoazulto.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vídeo de revisão para prova de filosofia, professor Marcelo - NP1!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum